sexta-feira, 30 de maio de 2008

Desporto vs Luto!!!



Mais uma vez tive a felicidade de ter por companhia a minha amiga Luisa e o Rui no treino de hoje. Com o aumento da gasolina, torna-se mais complicado ir correr longe da zona em que vivemos, mas mesmo assim lá fomos mais uma vez para o paredão, que com o tempo a ficar mais quente deixamos de o poder frequentar, pois a afluência de pessoas a passear é enorme. Gostaria de abordar aqui uma questão que me tem deixado a pensar, esta amiga perdeu à pouco mais de uma semana um familiar muito próximo, referiu que as irmãs estão muito em baixo, pois a tristeza é enorme para todas. Ela por outro lado sente-se melhor, e perguntou-me se será da corrida, pois tem corrido mais desde o dia do funeral, ao que respondi que pode servir de terapia.

Gostaria de alguns comentários sobre este assunto, e a pergunta que fica é: Será o desporto uma mais valia para a perda de alguém? claro que talvez o seja para quem já o pratica, mas será um meio para aliviar as "dores" do luto?

Para esta amiga está a resultar como uma ajuda preciosa. Fiquei a pensar nisto.

Bons treinos e melhores corridas!!Bom fim de semana!

"Sabendo sofrer, sofre-se menos."

6 comentários:

Carlos Lopes disse...

Axo que é uma situação de cada um. Ter mais força interior ou não.

Triatlo da Maria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Triatlo da Maria disse...

Acho que é uma actividade importante para o bem estar da pessoa e acaba por influenciar de forma positiva a parte psicológica. Todas as pessoas se sentem bem depois de fazer exercicio, há uma sensação de calma, quase paz, depois de um treino. Tudo parece menos complicado.

Ricardo Hoffmann disse...

Acredito que não apenas o esporte, mas qualquer atividade que trabalhe sua mente, irá ajudar nesse momento difícil que é a perda de um ente querido. Por exemplo, sua amizade...correndo e compartilhando esses momentos. bjs

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

A Corrida pode ser muito mais que o acto de correr. É-o para a maioria do pelotão garanto-te.

A Corrida pode ser tábua de salvação para tanta e tanta vida que aí anda.

É que nós vemos as pessoas. Vemos sem as ver. Não sabemos os dramas que cada um vive.

A corrida pode ser alívio, objectivo, motivo até para querermos continuar a viver.

Como em tantos momentos menos bons, numa perda de alguém, a Corrida pode ser companheira e amiga, como qualquer outra actividade, principalmente as que exercitam o corpo e em consequência fazem um bem danado à mente.

"Corrida é Vida!"

Ana Pereira

Paulo Massa disse...

Fátima!

Eu perdi meu pai há 3 meses, e estou me separando de um relacionamento de 10 anos, 5 de casamento. Tudo isso é um processo muito difícil.

Só digo uma coisa: a corrida foi minha salvação e fundamental para que eu não "afundasse". Senti isso verdadeiramente.

Claro, ainda sofro, mas a corrida nos dá uma força interna incrível para a vida!

Um grande abraço,

Paulo
http://www.e-corredor.com.br